sábado, 1 de fevereiro de 2014

Entrevista: Série Amor Proibido - por Simon-Poeta


Guilherme Trombini: Olá, pessoal, tudo bem? Hoje vamos conversar com Simon-Poeta sobre sua nova série, Amor proibido. Olá, Simon! Tudo bem?

Simon-Poeta: Sim, Guilherme... 

Guilherme Trombini: Bom, vamos começar, não é? 

1. De onde surgiu a inspiração pra escrever essa série?

R: A minha inspiração nasceu da novela Amor à Vida e do livro Águas Turvas, que tiveram um papel muito importante na minha vida. Além disso, decidi que o mundo poético precisava de mais igualdade... as pessoas às vezes julgam por não saber como é e por pensarem que os gays são aberrações e que não existe amor entre eles... tudo isso me deu inspiração para essa maravilha...

2. Você acha, que neste mundo cheio de preconceitos, as pessoas poderão mudar seu ponto de vista sobre a homossexualidade?

R: Com certeza sobrarão alguns coxinhas... mas creio que ainda o mundo verá isso com melhores olhos... antigamente era pior, não é? Então... ontem mesmo, tivemos o primeiro beijo gay da TV brasileira, diga que isso não foi uma evolução. Acho que as pessoas são assim, muitas vezes, por escultarem os padres e/ou os pastores dizerem que isso é obra do diabo e coisa e tal... por isso, acabam acreditando que, quem defende o homossexualismo vai pro inferno.

3. Você acha que a série "Amor Proibido" poderá ajudar as pessoas a vencerem essa barreira contra os gays? E ajudará os gays a não se sentirem estranhos no meio dessa sociedade preconceituosa?

R: Isso não depende de mim. Isso depende de quem for ler o que eu escrever...

4. Porque você acha que os grupos religiosos são tão contra o homossexualismo?

R: Eu não acho, eu tenho certeza... hoje mesmo, o Padre Reginaldo Manzotti disse que o o beijo não era necessário para o enredo da novela... era sim... isso faz as pessoas aceitarem mais e mais... essa é a inclusão. O Jesus que ele prega, é um Jesus que fez todos com amor e os ama incondicionalmente, não é? Então, se os héteros podem se beijar, por que os gays não?

5. Você acredita em ex-gay?

R: Não acredito porque não existe. Imagina alguém chegar e dizer: "Ah! Eu sou ex-hétero". É uma burrice a pessoa tentar enganar os outros assim.

6. Qual é o principal assunto da série?

R: A série fala de dois gays que se apaixonam e enfrentam o mundo para viver esse amor... tudo que eles fazem é julgado pela sociedade... eles andam de mãos dadas na rua... a sociedade os "esculacha"... mas, mesmo assim, eles querem viver esse amor.

7. Você conhece muitos gays?

R: Sim.

8. Vemos, pelo mundo afora, muitos casos de agressão a gays, porque muitos héteros acham que os gays devem ser mortos e agredidos?

R: Isso eu não sei... infelizmente. Você deveria perguntar isso aos homofóbicos, e não a mim. Não cabe a mim uma resposta de um assunto que não conheço o fundamento.

9. Você acha que o ato sexual é importante na relação?

R: É lógico que sim... o que seria de um amor sem o sexo? Isso dá a força ao casal. Seja ele hétero ou não, isso é importantíssimo. Embora muitas pessoas sejam a "favor" do  casal gay, mas contra o beijo e a sexualidade, isso é muito bom... pessoas que pensam assim deveriam ter um/a esposo/mulher e não o beijar nem manter relações sexuais com essa pessoa.

10. Então o sexo é um ato, acima de tudo, de amor, ou é um ato banal como pensa a sociedade?

R: Com certeza um ato de amor...

11. Um gay pode ser amigo de um hétero? Qual seria a relação entre eles? O hétero acharia que o gay só é amigo dele por interesse?

R: Lógico que pode... uai! Meu pai mesmo é amigo de vários homossexuais e vivem numa boa... essa coisa de que todo gay é safado, é uma bobagem da sociedade.

12. Você não tem medo de ser perseguido por causa dessa série?

R: Não... medo nenhum. Nunca tive medo de dizer a verdade. Já fui perseguido por muitas coisas, mas nunca deixei de fazer o que faço: mostrar a verdade ao público.

Guilherme Trombini: Okay, Simon... obrigado pela entrevista! Tem uma mensagem para os leitores?

Simon-Poeta Acompanhem minha série, hein? Até mais, amigos e amigas.

Guilherme Trombini: Bom, como o Simon, me despido de vocês, também! Assistam o trailer abaixo.



Sua Opinião:

2 comentários:

Eu sinceramente adorei o final da novela.
A parte que o pai disse que também amava o Felix,uma palavra que ele esperou á vida inteira par ouvir.
E o beijo que emocionou o publico,foi uma cena linda!!
Beijinhos.

Deveras, querida amiga Nelma. Todos nós ficamos emocionados com isso! :D Não deixe de acompanhar a série Amor proibido. Beijos! :D

Enviar um comentário